segunda-feira, 12 de novembro de 2018

Aquisições de Setembro e Outubro

A caminhar para o final do ano, a contenção tem marcado as aquisições, até porque o espaço nas estantes vai ficando reduzido (novamente, após arrumações e reencaminhamentos para a sala...). Por agora, estes ainda tiveram lugar, vamos ver os próximos!

[clicar na imagem para aumentar]

Através de uma troca consegui O Messias de Duna de Frank Herbert, por isso fiquei legitimada a adquirir Duna do mesmo autor. A ficção científica não me intimida, por isso tudo o que se enquadre na categoria de clássico merece atenção.

A Invenção das Asas de Sue Monk Kidd e Invencível de Laura Hillenbrand, adaptado ao cinema por Angelina Jolie foram igualmente fruto de proveitosas trocas. São duas histórias decorridas em contextos e realidades afastadas, porém realçam a capacidade de superação e sobrevivência.

Por serem verdadeiras pechinchas, que não admitiram recusa conscienciosa, vieram Livro Sem Ninguém, Se Eu Fosse Chão, Os Sonhos de Einstein e O Crime do Padre Mouret e Sangue do Meu Sangue. Com este último poderei reencontrar Michael Cunningham, cuja obra As Horas me inspirou o nome do blogue.

Aproveitando o saldo da WOOK, recebi Arquivos de Dresner de Afonso Cruz, ficando a um passo de reunir toda a Enciclopédia da Estória Universal já publicada- falta-me Biblioteca de BrasovA Ruína de Jennifer Egan e Razões para Viver de Matt Haig, lido num ápice mal chegou. Recomendo-o sobretudo a quem se queira inteirar sobre temas que, apesar de corriqueiros, são marcados por desinformação e preconceito: saúde mental, especificamente estados depressivos e de ansiedade. De qualquer forma, uma opinião mais aprimorada virá em breve.

Resta agora saber o que trará o final do ano para as minhas mui estimadas estantes! 

Todas as informações sobre os livros:

Sem comentários:

Enviar um comentário