domingo, 28 de outubro de 2018

"Uma Volta ao Mundo com Leitores" de Sandra Barão Nobre [Opinião]

Título: Uma Volta ao Mundo com Leitores
Autora: Sandra Barão Nobre
Edição/reimpressão: 2017
Editora: Relógio D'Água
Temática: Literatura de viagem
N.º de páginas: 360
Para adquirir:


Sinopse:


Esta viagem de Sandra Barão Nobre começa em abril de 2013, quando chega a casa depois de um dia de trabalho e abre o mapa-mundo no chão da sua sala. A intenção inicial da criadora do site Acordo Fotográfico (uma homenagem ao ato de ler) era visitar os países de língua portuguesa ou as regiões do mundo onde ela ainda sobrevive, como Malaca, Macau e Goa. Mas, quando uma sua amiga decide participar na aventura, combinam explorar mais o sudeste asiático (em particular, países como Tailândia, Laos, Vietname e Camboja).

Quando Sandra Barão Nobre regressou a Portugal em finais de agosto de 2014, visitara catorze países e a sua vida mudara.

Os textos que fazem parte deste livro, fragmentos do diário, entrevistas e narrativas de viagem, foram escritos a propósito dos leitores que a autora conheceu durante este longo périplo e dos lugares onde esses encontros ocorreram.

Opinião:

O interesse concreto por Uma Volta ao Mundo com Leitores surgiu aquando da sua apresentação, em Junho, na Biblioteca Municipal de Beja - José Saramago, onde estiveram expostas algumas das suas fotografias a leitores. Descobri depois que fui alvo da lente da Sandra ao passar pela página de Facebook do Acordo Fotográfico.

Previamente, aquando do lançamento em 2017, a capa havia-me suscitado curiosidade, tal como o título: gosto de ler sobre o mundo bibliófilo e apercebi-me de uma recepção positiva generalizada. O formato do livro, um pouco mais pequeno do que o habitual, torna-o um mimo. Aliás, as edições da Relógio D'Água são para mim um fetiche: simples, sóbrias e cuidadas, pelo que ultimamente tenho tentado adquirir mais títulos do seu catálogo.

Em modo low cost, a viagem de Sandra atravessou catorze países (Brasil, Austrália , Timor-Leste, Malásia, Tailândia, Laos, Camboja, Vietname, China, Índia, Zanzibar, África do Sul, São Tomé e Príncipe e Cabo Verde) de Março a Agosto de 2014. Estava ainda vívido o entusiasmo que demonstrou a falar das suas experiências e do seu inevitável enriquecimento pessoal. Talvez por isso se tenha revelado uma pessoa enérgica, emotiva, aberta e, sobretudo, extremamente empática.

As descrições da viagem são intercaladas pela descoberta de leitores. Esta busca reflecte o seu próprio gosto pela leitura e encontrá-los mostrou ser uma fonte de total satisfação, independentemente do género e autores escolhidos, algo do qual também comungo. Curiosamente alguns títulos repetiram-me em diferentes latitudes, como A Guerra dos Tronos de George R. R. Martin. Quando sobre os encontros não havia muito a dizer, fosse pela timidez dos abordados ou pelas barreiras linguísticas, a autora contornou habilmente estas lacunas abordando antes as circunstâncias que os tornaram possíveis.

Um livro que me acompanhou na canícula dos primeiros dias de Agosto, aliviou-me o calor sofrido com as descrições de alguns dos locais paradisíacos visitados. Mesmo que alguns não primassem pela frescura, surgiu sempre uma praia, um lago, um rio ou, simplesmente, um local com ar condicionado, para retemperar forças e ganhar balanço para mais uma etapa.

Surgindo a hipótese de viajar, optaria certamente até destinos diferentes, numa procura por uma oferta cultural e de maior conforto. Ainda assim, tal como a Sandra, senti-me enriquecida já que os seus relatos me despertaram para realidades antes desconhecidas. Espero ler mais sobre as suas viagens em breve!

Classificação: 4,0/5*

Sobre a autora:
Sandra Barão NobreSandra Barão Nobre nasceu em França, em 1972. Em 1980 volta para Portugal com a família e vive em Portimão, no Algarve, até ao fim dos estudos secundários. Em 1995 licencia-se em Relações Internacionais, pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas, da Universidade de Lisboa. Desempenha funções na Telecel, na Câmara de Comércio Uruguaio-Portuguesa (em Montevideu), na Fundação de Serralves e na livraria on-line WOOK, onde trabalha entre 2003 e 2015. Nos entretantos, nunca parou de viajar. Em 2011, cria o Acordofotografico.com — um site onde homenageia o ato de ler — e em 2014 parte de mochila às costas para fazer uma volta ao mundo. Fonte: WOOK

Sem comentários:

Enviar um comentário