quarta-feira, 11 de maio de 2016

"Uma Noite Caiu Uma Estrela" de David Machado e Paulo Galindro [Opinião]

Título: Uma Noite Caiu Uma Estrela
Autor: David Machado
Ilustrador: Paulo Galindro
Edição/reimpressão: 2015
Editora: Alfaguara
Temática: Infanto-juvenil
N.º de páginas: 48
Para adquirir:


Sinopse:

Uma noite, cai uma estrela na terra. Um menino resolve guardá-la sem saber que a luz emitida pela estrela vai impedir toda a gente de dormir. É uma história sobre coragem, sobre superação de adversidades, sobre a aventura que é ser-se criança.

Opinião:

Esta é uma história sobre um menino pouco confiante, o Óscar, posto à prova quando uma estrela cai do céu e escolhe ficar com ela, impossibilitando-se de dormir devido à sua permeável e ofuscante luz.

Por um lado, as maravilhosas ilustrações de Paulo Galindro relembram-me o universo de Tim Burton, que muito aprecio, quer pelo traço, quer pelo seu colorido monocromático; já os apontamentos a vermelho trouxeram-me à memória A Lista de Schindler. A história, escrita por David Machado, é simples mas com uma moral bem definida. Excelente para nos lembrarmos que, para se ultrapassarem os medos que nos perseguem e as constantes dificuldades com que nos deparamos, um pouco de coragem basta.

Um livro a que vou sempre 
voltar quando me sentir desesperançada e incrédula quanto ao futuro.

"O importante é que, apesar do MEDO que imediatamente rebentou  dentro do seu peito, o Óscar não foi capaz de resistir ao impulso de segurar a estrela na sua mão. Como todas as crianças, ele sabia que não há nada tão bonito como o brilho das estrelas à noite".

Classificação: 5,0/5*

Sobre o autor:


David Machado nasceu em Lisboa em 1978. É autor do romance O Fabuloso Teatro do Gigante e do livro de contos Histórias Possíveis. Em 2005, o seu conto infantil A Noite dos Animais Inventados recebeu o Prémio Branquinho da Fonseca, da Fundação Calouste Gulbenkian e do jornal Expresso, e desde então publicou mais três contos para crianças, Os Quatro Comandantes da Cama Voadora, Um Homem Verde num Buraco muito Fundo e O Tubarão na Banheira, distinguido com o Prémio Autor SPA/RTP 2010 de Melhor Livro Infanto-Juvenil. Tem livros publicados em Itália e Marrocos e contos presentes em antologias e revistas literárias em Itália, Alemanha, Noruega, Reino Unido, Islândia e Marrocos. Traduziu os livros O Herói das Mulheres, de Adolfo Bioy Casares, e Obrigada pelo Lume, de Mario Benedetti.  Fonte: WOOK


Nascido em 1970 e licenciado em arquitetura, Paulo Galindro é autor de diversos livros ilustrados, feitos em parceria com alguns dos mais importantes escritores nacionais e internacionais, como Luís Sepúlveda, António Mota, David Machado, entre outros. Viu a sua obra premiada por diversas vezes. Juntamente com Natalina Cóias criou o coletivo de ilustração Pintarriscos.  Fonte: BOOKOFFICE

2 comentários:

  1. Olá Helena. Quando venceu o passatempo lá n'O Berço, não mencionou que também mantinha um blog, senão já a teria vindo visitar.
    Gosto da sua maneira de se expressar.
    Beijinho
    Ruthia d'O Berço do Mundo

    P.S. Já me registrei como seguidora e curti a página do FB

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Ruthia,

      Aqui no blogue tenho algumas publicações antigas (2011/2012), mas pertenciam a um outro blogue. Este só foi iniciado na semana passada, dia 3.

      Muito obrigada! Também vou passando pelo seu O Berço do Mundo. Invejo os seus passeios e viagens.. :)

      Beijinhos*

      Eliminar